Infidelidade – como reagir

Embora não apreciemos a infidelidade, são várias as reacções perante tal acontecimento, uma vez que não terá os mesmos efeitos numa pessoa com baixa autoestima e noutra que gosta o suficiente de si mesma e tem a capacidade para analisar a situação e as razões que levaram o companheiro a ter essa atitude.

Como reagir perante a suspeita:

  • Refletir a sós, no que está realmente a falhar na relação;
  • Refletir se a relação está a ser realmente satisfatória;
  • Não colocar as culpa em si ou no parceiro;
  • Pensar no que deseja fazer: fazer um esforço para melhorar a relação ou acabar;
  • Pedir a opinião de uma amiga;
  • Não sentir vergonha;
  • Não dirigir ódio à terceira pessoa, pois só trará mais amargura;
  • Se decidiu continuar a relação, dê o seu melhor!

No caso de existir traição, existem medidas a tomar de imediato e outras só a seu tempo…

Como reagir perante a infidelidade:

  • Seja honesta consigo;
  • Apostar na autoestima. Valorizar a pessoa mais importante da sua vida: VOCÊ;
  • Evitar a raiva. Pois raiva gera raiva;
  • Controle a ansiedade e a preocupação. Seja focado e objetivo;
  • Não dê largas à imaginação. Perderá muito tempo e mais frágil ficará;
  • Não se critique em demasia;
  • Tenha uma conversa assertiva com o seu parceiro;
  • Se decidir continuar a relação, lembre-se que o esforço deverá ser conjunto;
  • Se decidir pela separação, não protele, aja com rapidez.

Ao sofrer de infidelidade, deve apelar a todas as suas forças, a toda a sua lucidez e concentração. Esta é uma altura para ser objetivo, racional e proativo.