Pinte e relaxe!

Todos conhecem os livros de colorir infantis, os adultos de hoje, quando pequenos, podem até nem terem sido grandes fãs de colorir desenhos, mas com certeza em algum momento das suas vidas, seja em casa, na escola ou com amigos, aventuraram-se no mundo dos desenhos e das cores. À medida que vamos crescendo, esse interesse muda de foco devido as responsabilidades e aos objetivos de vida, onde a busca da recompensa e prazer são obtidos através de exercícios físicos, música e aquisições de bens materiais e profissionais.

pintar e relaxar

Mas, recentemente, um fenómeno mundial começou a levantar algumas questões a respeito da busca do prazer e recompensa no mundo adulto: são os livros de colorir da britânica Johanna Basford, sendo o livro  “O Jardim Secreto” o mais vendido na categoria em todo o mundo e só perdeu o primeiro lugar para “Floresta Encantada”, da mesma autora. Mas qual o motivo para tanto sucesso?

Existem várias explicações, porém, a teoria mais aceite é a de que eles funcionam como uma espécie de “detox”, uma válvula de escape para rotinas stressantes. Carl G. Jung, um dos primeiros psicólogos já aplicava o uso da pintura com as cores como técnica para o relaxamento no início do século XX através dos desenhos das mandalas.

Quando pensamos em colorir, ativamos automaticamente várias áreas do córtex cerebral: como a visão, habilidades motoras finas, a área da concentração e atenção, onde estes trabalham juntos para que possamos fazer a atividade proposta.

Os detalhes que constituem esses desenhos estimulam a capacidade de atenção e concentração que potenciam o relaxamento atento, promovendo aumentos significativos de  beta-endorfina, noroepinefrina e dopamina, aliados a sentimentos de clareza mental e de constituição de lembranças.  É um estado ideal para o pensamento sintético e a criatividade, funções próprias do hemisfério direito. Neste estado de relaxamento as insónias são minimizadas, assim como e na medida que é fácil para este hemisfério formar imagens, imaginar, fazer associações, lidar com desenhos, diagramas e emoções, a própria aprendizagem e memória serão potenciadas.

pintar e relaxar - 01

A escolha das cores

As cores e traços de personalidade:

Vermelho: são pessoas mais objetivas, decididas, com maior facilidade de interação com o meio que as circunda, tem características de liderança. Tendencialmente mais autoconfiantes. Gostam de assumir o controlo das situações, possuindo características dominadoras.

Laranja: São pessoas criativas e extrovertidas. Gostam de desafios, lutando pelos seus ideais, sem desistirem perante as adversidades que a vida lhes coloca.

Amarelo: são pessoas alegres, criativas. Com boa capacidade de comunicação, colaboram ativamente nas várias iniciativas comunitárias.

Verde: São pessoas confiáveis e ponderadas. Apesar de terem características de idealização são menos objetivas e tem maior dificuldade na execução de projetos, quando trabalham sozinhos.

Azul: são pessoas mais emotivas, colaboradoras e companheiras. Seres de fácil interação social, servem como ponto de suporte das relações familiares, fomentando a harmonia.

Violeta: Líderes natos, selecionam os amigos de acordo com os seus gostos requintados e bom gosto. Não se deixam levar pelas aparências e possuem uma boa capacidade de análise das situações.

Castanho: Possuem maturidade emocional, com facilidade na tomada de decisões, sem desistirem na persecução dos seus objetivos.

Branco:  Delicados por natureza, usam a flexibilidade na resolução das várias situações. A sinceridade é o pano de fundo das suas relações, resolvendo os problemas com tranquilidade.

Preto:  Mais inibidos, por vezes podem tender ao isolamento, não estabelecendo vínculos afetivos profundos. Indicativo de bloqueio emocional pode corresponder a uma maior dificuldade em demonstrar os seus sentimentos.

pintar e relaxar - 02

Mas por que é relaxante? A explicação deve-se ao fato de que:

-Ao observar que o desenho pronto ficou bonito, o sistema límbico do cérebro é ativado. Ele é responsável pelo controle das nossas emoções e tem um papel importante na regulação do stress;

-Dentro desse sistema, uma parte específica é responsável por proporcionar sensações de prazer: o circuito de recompensa. Ele começa na área tegmentar ventral , que transmite impulsos elétricos para o núcleo accumbens , parte central do circuito de recompensa. De lá, os impulsos seguem para o córtex pré-frontal, a parte responsável pelo planeamento de atividades.

-Como não há contato físico entre os neurónios, os impulsos precisam de uma “ajudinha” para serem transmitidos de uma célula para outra. Essa ajuda é a dopamina, um neurotransmissor que transforma o impulso elétrico em sinal químico, possibilitando a transmissão.

É a liberação da dopamina que causa a sensação de prazer, logo em seguida, a endorfina (uma substância produzida pelos nossos cérebros durante e após uma atividade prazerosa, que regula a emoção e a percepção da dor) é produzida e nos ajuda a relaxar, gerando sensações de bem estar e prazer. A origem do seu nome vem das palavras “endo” e “morfina”, que respectivamente significam internoanalgésico e os seus benefícios para o nosso organismo são:

-Desenvolve a memória

-Melhora o humor

-Aumenta a resistência física e mental

-Enriquece o sistema imunológico

-Relaxa o organismo

-Tem efeito antienvelhecimento

-Aumenta a concentração.

-Ajuda no combate à depressão e ansiedade

-Diminui o stress e a tensão corporal

-Regula o intestino

-Baixa o colesterol

-Auxilia na diminuição de dores crónicas

-Controla a pressão sanguínea

-Regula o sono

-Aumenta a autoestima

Mas, uma recente publicação a respeito dos livros de colorir ressaltou que devemos ter algumas reservas ao considerarmos que estes livros são “milagrosos”, pois embora causem uma sensação de prazer e bem-estar, existem duvidas a que possam estes livros ser encarados como terapia.

Os livros de colorir são relaxantes porque ajudam a proporcionar um momento de pura concentração, podem até funcionar como um analgésico para situações de stress, mas não têm nenhum poder milagroso para curar problemas como depressão ou ansiedade, para isto deve-se procurar um especialista na área e fazer um tratamento.

No entanto, se temos este recurso, que não tem contra indicações e apresenta vários benefícios como os acima descritos, deitemos mãos à obra.

Boas pinturas!